Volume 3 número 315.08.2010
Editores Sergio Capparelli | Maria da Glória Bordini | Regina Zilberman

ISSN 1982-9434

A teoria e a prática do Tigre

Esta 9ª. edição de Tigre Albino vai da teoria à prática em zigue-zague, mas com um material sempre desafiador para quem goste de poesia ou a estude e ensine. Percorre desde a arte da escrita para a infância, definida pela menoridade de seus leitores, passando pela importância da valorização da cultura oral no ensino de leitura, e pelas características do leitor/escritor na era digital, até as interdições que as crianças sofrem ao brincarem com suas funções corporais. Proporciona também uma bela experiência de leitura de poesia na escola, explora as dificuldades das ilustrações em livros de poesia em suportes tradicionais e eletrônicos e apresenta uma poesia para crianças desconhecida no Brasil: a eslovena. E inclui, ainda, excelentes traduções de Lewis Carroll por Sérgio Capparelli, além de resenhas sobre novos textos poéticos.

Ler o texto





Tigre Inquieto, ponto forte do  periódico, publica artigos sobre algum aspecto particular da poesia para crianças Literatura Infantil: livro, leitura, leitor

Regina Zilberman, da UFRGS

Este texto foi publicado originalmente em 1982 na obra A produção cultural para a criança. Regina Zilberman, Doutora em Romanística pela Universidade de Heidelberg, atualmente é Professora Adjunto do Instituto de Letras da UFRGS, depois de longos anos à testa do Programa de Pós-Graduação em Letras da PUCRS, onde desenvolveu e incentivou projetos inovadores sobre literatura infantil, leitura e ensino, bem como sobre história da literatura e memória cultural. Neste ensaio, vê a literatura para crianças de um ângulo ao mesmo tempo teórico e histórico, fundamentado na Estética da Recepção. Considera aspectos da produção do gênero infantil enquanto livro, de sua recepção junto ao público, enfatizando questões de história da leitura, e, muito especialmente, explica-o do ponto de vista do leitor criança a que se destina.

Ler o texto



Tigre Inquieto, ponto forte do  periódico, publica artigos sobre algum aspecto particular da poesia para crianças Slovenian Children’s Poetry: a mirror of Slovenian children and their national identity

Darja Mazi-Leskovar, FERI, Media Communication Institute, University of Maribor, Slovenia

Darja Mazi-Leskovar apresenta aqui uma hábil seleção da poesia contemporânea eslovena endereçada às crianças. Darja Mazi-Leskovar é Professora Associado na FERI, Media Communication Institute da Universidade de Maribor, Eslovênia. Neste artigo, traça um rápido perfil histórico e sócio-político de seu país, para contextualizar sua produção poética para a infância. Os poemas citados, que percorrem o século XX e o início do XXI, em ótimas traduções para o inglês, espelham a estreita relação dessa poesia infantil de raízes tradicionais, mas impregnada das conquistas modernas, como a incorporação da perspectiva dos jovens, com a identidade nacional eslovena, de que tem sido um dos instrumentos de consolidação.

Ler o texto



Tigre Inquieto, ponto forte do  periódico, publica artigos sobre algum aspecto particular da poesia para crianças A cultura oral como fator de promoção da leitura

Juracy Assmann Saraiva

Por meio do programa educacional Palavras, Brinquedos e Brincadeiras, partindo do acervo da cultura oral da região serrana do Rio Grande do Sul, a pesquisadora e professora Juracy Assman Saraiva, do Centro Universitário Feevale, RS, comprovou que, se a escola se vale do conhecimento prévio dos alunos, envolve a comunidade e valoriza sua identidade sócio-cultural, é possível instituir ações inovadoras para a motivação da leitura e da escrita. A autora é Doutora em Teoria da Literatura, coordena os programas de leitura e escrita dos municípios de Dois Irmãos e de Morro Reuter e é autora dos livros Literatura e alfabetização e Literatura na escola, editados pela Artmed.

Ler o texto



Tigre Inquieto, ponto forte do  periódico, publica artigos sobre algum aspecto particular da poesia para crianças Versos escronchos para crianças mal-educadas

Sérgio Capparelli

Será que criança pode expressar ou brincar com o que se refere às funções corporais excrementais? A sociedade civilizada e seu aparato escolar reprimem desde cedo essas manifestações. Entretanto, versos escatológicos circulam livremente no universo infantil, criados pelas próprias crianças e, ultimamente, por autores adultos que a elas se dirigem. Sérgio Capparelli, poeta e professor, revisa essa questão, mostrando o quanto é natural nos pequenos e o quanto tem de tradição histórica.

Ler o texto



Tigre Inquieto, ponto forte do  periódico, publica artigos sobre algum aspecto particular da poesia para crianças Autores y lectores: en formación (una pre-reflexión sobre la lectura literaria brasilera de ahora)

Miguel Rettenmaier (UPF)

Miguel Rettenmaier, coordenador do Mestrado em Letras da Universidade de Passo Fundo e coordenador do ALJOG/UPF – Acervo Literário de Josué Guimarães, publica na Tigre Digital um trabalho apresentado em Mesa Redonda no 9º Seminário Internacional de Pesquisa em Leitura e Patrimônio Cultural, em Cáceres, Espanha, em julho de 2010. O texto reflete sobre a literatura atual produzida na internet e relaciona a escrita literária ao hipertexto eletrônico

Ler o texto



Tigre Inquieto, ponto forte do  periódico, publica artigos sobre algum aspecto particular da poesia para crianças Abrindo caminhos para a poesia

Elizabeth D’Angelo Serra

Marisa Bello é professora da Sala de Leitura da E.M Maria de Jesus de Oliveira, em Santa Cruz, na cidade do Rio de Janeiro. Graduada em Ciências Sociais, é uma apaixonada pela literatura infantil. Atuando desde 1998 na Sala de Leitura, nestes últimos cinco anos, em sua atual escola, tem vivido experiências maravilhosas como mediadora entre os livros e seu público, composto não somente pelas crianças, mas também por professores, funcionários e responsáveis. Os resultados que já começam a aparecer, motivam novas idéias e novos sonhos, e fazem da professora Marisa uma incansável batalhadora na tarefa de formar leitores.

Ler o texto



Tigre ao Espelho, contribui  com discussões sobre o fazer poético mais amplo, em que a ilustração ou design se institui enquanto uma das vozes importantes da interlocução entre autor e leitor.  O espelho apresentará autores ou ilustradores nacionais e estrangeiros, falando sobre seu trabalho, em entrevistas ou depoimentos O desafio é o livro nos novos suportes

Annete Baldi

Angela Lago, ilustradora das mais premiadas no campo da literatura infantil revela a Annete Baldi seu modo de criação e suas opções atuais diante dos desafios que os novos suportes eletrônicos propõem aos designers de livros para crianças. Destaca a tarefa difícil que é encontrar imagens para livros de poemas, especialmente os de outros autores, cujo sentido precisa ser respeitado, mas também realçado, pelo ilustrador.

Ler o texto



Tigre Inquieto, ponto forte do  periódico, publica artigos sobre algum aspecto particular da poesia para crianças Lewis Carrol, 12 pêssegos, um sofá e um cisne

Sérgio Capparelli

 

Não pode ser mais diferente da imagem tradicional de anjos: duas crianças brincam e no brincar, brigam, se agridem, se amam, xingam, ironizam, se bicam, se batem e se abraçam. Anjos? Que nada! Crianças não são anjos. Nem demônios. São crianças. Dizem coisas sem sentido, com sentido, ressentidas ou amáveis. As crianças jogam com as palavras. Uma diz para a outra: "Vê se eu estou lá na esquina”. A segunda criança não se espanta e questiona: “Pelado, com as mãos nos bolsos?” Riem, talvez, divertidos com o jogo das palavras.

Ler o texto



Tigre Inquieto, ponto forte do  periódico, publica artigos sobre algum aspecto particular da poesia para crianças Bicho de sete cabeças e outros seres fantásticos, de Eucanaã Ferraz: poesia pra não ter medo do desconhecido

Ana Paula Klauck

Encontrei o Bicho de sete cabeças... do Eucanaã Ferraz na estante de poesia pra criança em uma livraria. A capa logo me chamou a atenção: de um lado um lobo, do outro, um homem... Abrindo o livro percebi: eram duas faces do mesmo ser...

Ler o texto



Tigre Inquieto, ponto forte do  periódico, publica artigos sobre algum aspecto particular da poesia para crianças Só fica o que vira lembrança!

Ana Munari

Lembranças. Elas não escolhem hora para aparecer, mas escolhem motivos. Mesmo que à nossa revelia, e muitas vezes para injúria nossa, lá surgem elas. E o cheiro daquela árvore, trazida pelo vento do agora, num instante nos transporta para outro lugar, onde as horas são outras, repetidas no relógio da memória. Um sentimento anacrônico toma lugar no peito, sem nos dizer por quê, até que uma face, um gesto, uma palavra, lembra-nos que é saudade, desejo, esperança. Proust conhecia bem essa lembrança voluntariosa:

Ler o texto



Último Número

Quem Somos

Arquivos

Contribuições

Cartas



Cadastro

Nossas publicações acontecerão no dia 15 de novembro, 15 de março e 15 julho de cada ano. Se você quiser receber um lembrete a cada nova edição, preencha, sem qualquer custo, o formulário abaixo.








Tigre inquieto

Publica artigos sobre algum aspecto particular da poesia para crianças. Editores: Sérgio Capparelli, Regina Zilberman e Maria da Glória Bordini.

Tigre ao espelho

Contribui com discussões sobre o fazer poético mais amplo, em que a ilustração ou design se institui enquanto uma das vozes importantes da interlocução entre autor e leitor. O espelho apresentará autores ou ilustradores nacionais e estrangeiros, falando sobre seu trabalho, em entrevistas ou depoimentos. Editora: Annete Baldi

Tigre em movimento

Propõe o relato de trabalhos práticos com poesia infantil em qualquer nível educacional. Editora: Elizabeth D'Angelo Serra


Tigre digital

Ocupa-se de poéticas digitais para crianças, com descrição ou críticas de sites de poesia infantil no Brasil e no exterior. Editor: Miguel Rettenmaier.


Tigre à mesa

Apresenta ou publica críticas à produção editorial do período, dentro da área, tanto em relação a textos de reflexão como a livros, produtos ou espaços de poesia para crianças. Editor: Sérgio Capparelli.


Conselho Editorial
O Tigre Albino tem um Conselho Editorial integrado pelas seguintes pessoas:

Blanca Roig da USC e da LIJMI, Espanha;

Ezequiel Theodoro da Silva, da UNICAMP e da ALB, Brasil;

Isabel Mociño Gonzáles, da USC e da LIJMI, Espanha;

Laura Sandroni, da FNLIJ, Brasil;

Maria Antonieta Cunha, da PUC-MG, Brasil;

Marisa Lajolo, da UNICAMP e Mackenzie, Brasil;

Silvia Castrillon, da Asolectura, Colômbia;

Virgilio López Lemus, do ILL, FAyLUH e AChttp://fayl.uh.cu e ACC, de Cuba.












Mundo
da Leitura